O descanso na sua planilha de treinos

E aí corredor e corredora, seguindo nossas dicas para melhorar seu treinamento? Vamos desta feita falar mais sobre o período descanso, para complementar o texto no qual abordamos sobre a Teoria da Super Compensação, lembra-se dela? Se não lembra vamos voltar a sua essência:

Teoria da Super Compensação: “as reservas energéticas gastas durante o processo de contração muscular são refeitas ou repostas apenas no período de recuperação, ou seja, de descanso. Essa reposição, por sua vez, não é é feita em proporção igual à condição anterior do exercício, mas acima dessa condição, o que caracteriza o processo de supercompensação” (Romero, Mendes & Tirapegui).

Sendo assim deve ser elaborado em sua periodização conceitos que  favoreçam não somente os estímulos e intensidades como também o descanso, seja ele mais curto ou mais longo, a depender do estímulo do treino.

Fisiologicamente falando o descanso proporciona a restauração dos níveis de glicogênio muscular que é utilizado durante as corridas e são necessários nos treinos restabelecendo suas taxas para que possam ser utilizados numa próxima corrida.  É importante saber que se o estimulo do treino hoje foi forte a 100% amanha o corredor estará cansado e não tão veloz como antes, nesse caso é preciso de um descanso necessário de aproximadamente 2 dias para que o corpo consiga a recuperação muscular e esteja pronto para suportar a mesma intensidade ou até outra mais forte amanhã.

O organismo de cada atleta deve ser levado a sério considerando que cada um tem sua individualidade e deve ser respeitada, cabe ao treinador saber parcelar de maneira correta na planilha de treino. É comum em uma periodização correta o descanso de 24 horas entre um microciclo aquele em que a duração da planilha se da até uma semana, esse descanso é fundamental para que não haja overtrainning, lesões, queda de rendimento e também problemas emocionais.

De uma maneira mais simples o descanso ideal para casa fase de treino seria da seguinte forma… corrida de 1 hora em ritmo moderado o ideal é 24 horas de recuperação, tiros que variam de 400m a 1000m de 36 a 48 horas de recuperação, corrida longa de 2 horas em ritmo moderado de 72 horas a 96 horas de recuperação.

Da mesma maneira em que é de extrema importância valorizar o descanso entre os treinos também não se deve passar muito tempo em descanso para que não comprometa o trabalho realizado, atrapalhando o rendimento e a performance do corredor, como já predito pela Teoria da Super Compensação. Todos esses fatores abordados são de extrema importância para melhorar a performance da corrida mas sempre deve ser orientado por um profissional da área de educação física.

Voltar

Telefone: 41 3154-5047

Whatsapp: 41 99547-5047

E-mail: contato@v8assessoria.com.br

Escritório V8: Rua Hugo Kinzelmann, 244 Campina do Siqueira.

Copyright © V8 Assessoria 2018. Todos os direitos reservados.