ME LESIONEI, E AGORA??? OLHA PRA TRÁS ORAS!!!

Falando especialmente no mundo das corridas, infelizmente lesão e corredores estão andando próximas. Vários fatores podem contribuir para tal ocorrência como carga, intensidade, recuperação dentre outros fatores da periodização e progressão de estímulos. É claro que nós como educadores físicos temos como prioridade mantermos nossos alunos o maior tempo dentro do esporte/atividade escolhida (corrida) sem nenhuma lesão, então cuidamos dos princípios do treinamento, ainda mais não se tratando de alto rendimento (no qual grandes volumes são aplicados) e sabendo também do cotidiano de nossos alunos, (pais, mães, empregados, filhos, etc) que além do treino somam todos seus deveres e obrigações.

Vale então alertarmos aqui alguns fatores para não termos essa desagradável notícia: “Você está lesionado, terá que suspender as atividades”.

Coisas simples, mas que podem dizer essa continuidade ou não na corrida:

1 – Fortaleça.

Ai aparecem as frases: “ahh professor não gosto disso ou daquilo”... Acredite temos diversas opções de fortalecimento, teste várias delas (kettlebell, funcional, musculação, etc), garanto que você encontrará uma alternativa que te agrade. Se você não fortalece, corre e não se lesionou, aproveite que ainda tem tempo, se não será questão de tempo para acontecer algo. Quer correr mais forte, estagnou nos treinos? Invista na força ela faz “mágica”. Seja forte e verás a diferença. E lembrem-se o plano mensal de um fortalecimento não te deixará mais forte e sim o somatório de estímulos contínuos (a depender do seu condicionamento).

2 – Respeitar as cargas de treino.

Treinar aquilo que está programado! Não vá somando km, repetições a mais nos seus treinos a soma deles pode gerar grande diferença no seu micro/macrociclo (7 a 30 dias de treinamento).

Esporte de impacto é cruel com o corpo, por isso a importância do primeiro item também.

Não só km, mas também intensidade! Ex. a planilha diz, 10km Leves, faça leve, e não forte ou moderado, acredite, o seu treinador está te resguardando para um treino mais intenso daqui alguns dias. Se não respeitar a intensidade dos treinos leves pode ser que você não atinja o proposto nos treinos fortes.

3 – Técnica

Se você já lesionou, provavelmente seu padrão Biomecânico de correr esteja com alguns pontos a serem observados. A V8 assessoria investe fortemente nesse aspecto aos seus alunos diariamente, periodizando seus aquecimentos e oferecendo uma aula gratuita aos cliente todo terceiro sábado do mês (EM BUSCA DA PASSADA PERFEITA), além dos professores realizarem cursos na área da técnica e também de seus diagnóstico e correção de movimento. Recentemente professores Murilo e Fernando estiveram com o criador do método Pose Running e já estamos intervindo em nossos alunos. Ficou curioso para saber como anda seu padrão de corrida? Nos procure e faça uma análise gratuita conosco no parque barigui.

4 – Encurtamentos muscular

Corredor é campeão nesse aspecto e claro isso não é bom para nossa atividade, podendo fazer com que a corrida se transcorra de forma presa e não solta e relaxada como deve ser. Invista não só em alongamentos, (que por sinal eu professor Nilson acredito que tenhamos maiores benefícios em sessões de alongamento e não pré e pós treinos) mas também em liberação miofascial método já utilizado na V8 assessoria, onde consiste em benefícios até maiores que o alongamento estático convencional (não conhece? entra no nosso site e confira o texto “V8 sem freio - fáscia, o que é e como pode te ajudar, produzido pelo Prof. Murilo).

No mais é isso corredores de plantão. Invista em você e no seu pré e pós treino, verás a diferença e terão longa vida na corrida!! Seja um corredor forte, seja um V8.

Voltar

Telefone: 41 3154-5047

Whatsapp: 41 99547-5047

E-mail: contato@v8assessoria.com.br

Escritório V8: Rua Hugo Kinzelmann, 244 Campina do Siqueira.

Copyright © V8 Assessoria 2018. Todos os direitos reservados.