Hidratação durante a corrida: sim, não, talvez?

Com certeza você já ouviu a seguinte frase, “tome bastante água se for correr” ou então “hey não esquece de beber muita água se for correr”.

Porque bebemos tanta água? Você sabe a real importância da hidratação para o corpo humano? Pois bem, vamos lá.

Nós somos seres homeotérmicos, ou seja, não importa a temperatura do ambiente nosso corpo se adapta para manter a temperatura interna do organismo em uma zona funcional 36,5-37°. Para que isso aconteça o corpo humano utiliza-se de um mecanismo conhecido por termorregulação.

Basicamente o corpo humano é formado por uma série de sistemas diferenciados, todos conectados através de vasos sanguíneos. Porém cada sistema realiza uma quantidade de processos químicos e físicos diferentes. Para cada um desses processos é necessário que aquela parte do sistema esteja em uma determinada temperatura.

Por exemplo, é normal que a temperatura no fígado esteja 1 ou 2 graus mais alta que a retal. Assim como o cérebro também tem temperaturas mais altas que o sangue carotídeo. Ou seja, nosso corpo está constantemente alterando as temperaturas internas, através do fluxo sanguíneo, quer seja para resfriamento ou aquecimento, e a água tem papel fundamental nisso.

Durante o exercício físico a taxa metabólica do corpo aumenta muito, exigindo que os processos bioquímicos acelerem, gerando mais calor, tanto metabolicamente quanto em forma de trabalho muscular (contração muscular). Em exercício cerca de 80% do calor do corpo é gerado pela contração muscular (reações bioquímicas e físicas da contração), para resfriar todo esse sistema e manter o equilíbrio (homeostase) a água é fundamental. Principalmente através da sua excreção como suor, principal mecanismo termorregulador.

Aí a matemática fica simples, suou mais, perdeu mais água, é preciso ingerir ainda mais. Isso sem contar a perda de sais pelo suor, e a depletação de glicogênio muscular na contração, mas isso é conteúdo para uma próxima conversa.

Por isso, mantenha-se em equilíbrio, tome água, hidrate-se!

“Mas professor, quanto de água eu bebo por dia?”

Depende, as condições externas influenciam diretamente nisso, temperatura do ambiente, humidade relativa do ar, se está em exercício ou não… Um critério prático, porém empírico, é a cor da urina. A cor do xixi reflete diretamente como está sua condição de hidratação. A urina deve ter uma cor próxima a de uma limonada clara, ou seja, nem muito amarelada e nem extremamente límpida.

E aí, já tomou água hoje?

Prof. Lucas Mura

Voltar

Telefone: 41 3154-5047

Whatsapp: 41 99547-5047

E-mail: contato@v8assessoria.com.br

Escritório V8: Rua Hugo Kinzelmann, 244 Campina do Siqueira.

Copyright © V8 Assessoria 2018. Todos os direitos reservados.