Área do atleta Bar em bar Entre em contato
Mostrar/ocultar menu
144

Relato enviado por: Administrador -

Estou grávida e agora? A gravidez é um momento muito especial e esperado para as mulheres, muitas sonham com esse momento. Como já se sabe o período de gestação corresponde 280 dias (40 semanas), e durante este período as mulheres gravidas, continuam a sua vida normalmente, mas deve tomar alguns cuidados quando falamos sobre exercícios físicos na gravidez. Ao pensar nisso sempre vem as perguntas:

Ainda posso continuar fazendo exercícios físicos? Se sim com qual intensidade? E eu que não fazia antes posso começar a fazer?

Para você que antes de receber noticia era uma mulher atleta que sempre fazia atividade física e agora quer passar a ser uma mamãe alteta ou você que depois que recebeu a notícia da gavidez quer começar a fazer alguma atividade. A resposta é sim! Mas o importante saber que os benefícios da atividade física cabem somente a mãe, pois não há nenhuma melhora ao bebê. O exercício na gestação é liberado para qualquer pessoa, mas com algumas ressalvas como contra-indicações absolutas:

  • Sangramento uterino de qualquer causa
  • Placentação baixa
  • Trabalho de parto pré-termo
  • Retardo de crescimento intra-uterino
  • Sinais de insuficiência placentária,
  • Rotura prematura de membranas
  • Incompetência istmocervical

Mas como, tudo nessa vida, nem tudo são mil maravilhas é bom sempre ter o cuidado ao realizar atividade física, por isso que sempre é bom estar em contato frequente com seu médico onde ele deve libera-la para realizar as atividades. Abaixo alguns dos efeitos negativos, se a atividade for realizada sem acompanhamento ou de forma errada ou com muita intensidade.

 

  • Risco de Parto prematuro
  • Peso baixo do recém-nascido
  • Sofrimento fetal
  • Hipertermia fetal
  • Hipoglicemia exacerbada, reduzindo o suprimento de glicose fetal.

 

Agora sabendo disso a última pergunta é: E eu como mãe quais são os benefícios da atividade física ?

 

  • Menor ganho de peso e adiposidade materna
  • Diminuição do risco de diabetes e complicações obstétricas
  • Menor duração da fase ativa do parto
  • Menor hospitalização
  • Diminuição na incidência de cesárea
  • Melhora a auto-imagem da gestante

Após finalmente todos esses passos podemos nos preparar e começar a fazer atividades físicas, a prescrição de exercícios físicos vai depender de alguns fatores com:

144
  • Tipo da atividade

Deve-se evitar atividades físicas com impacto.

Intensidade é um dos mais cuidadosos dos fatores, pois não se deve ultrapassar 50 % VO2 máximo ou da FC reserva, assim evitando o desvio de fluxo placentário.

 

  • Prescrição de exercícios

 

Aeróbios

 

FREQÜÊNCIA: três sessões semanais

DURAÇÃO: de 30 a 45 minutos

INTENSIDADE: até 50% da FC reserva. Geralmente na faixa de 130 a 150 bpm.

 

Anaeróbios

 

Aumento de força,

Frequência: três vezes por semana

Intensidade: sobrecarga leve, com duas séries e um número de 15 a 20

 

Complementar tempo com exercícios respiratórios e localizados.

 

Durante o período da gravidez há algumas mudanças fisiológicas que é bom ficar sabendo!

 

  • Osteomuscular

Deslocamento do centro de gravidade

Aumento da lordose lombar e cervical

Protração de ombros e aumento da cifose torácica

Aumento da flexibilidade articular (ação da relaxina)

 

  • Sistema Circulatório

Fluxo sanguíneo placentário

Aumento da volemia (30%)

Aumento a frequência cardíaca (FC) no repouso e no exercício físico

Aumento do débito cardíaco (40%)

Venodilatação (tendência a varizes)

 

Professor Carlos Eduardo Gomes de Paula

CREF 027801-G/PR

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)

Veja também:

Caminho de Santiago – em busca do horizonte

Relato enviado por: Administrador

O Caminho de Santiago Bom, aqui começa o meu relato, dessa peregrinação, que me levou desde Saint Jean Pied de Port até Santiago de Compostela em um percurso tão incrível e surpreendente. É uma viagem que eu percorri uma distancia de 800KM andando, com duração de 32 dias. No Caminho de Santiago, nos encontramos com nossos horizontes mas também com nossas fronteiras. Descobrimos pequenas coisas que não notamos em nossa vida cotidiana. Vemos o valor de um copo de água por ter passado sede ou de um pedaço de pão por haver passado fome. O valor de um sorriso, de uma palavra de ...Leia mais

Minha gravidez e a corrida

Relato enviado por: Administrador

Minha história na corrida começou há alguns anos atrás, mas foi somente a partir  de janeiro de 2013 que contratei um professor especificamente para me dar aulas de técnica de corrida, associada a prática de pilates. Fizemos várias corridas juntos, mas já na metade do ano comecei a sofrer com fortes dores na canela e fui diagnosticada com canelite. Fiz diversas sessões de fisioterapia, mas nada parecia realmente melhorar a minha dor. Foi então que em setembro de 2014 eu e meu marido deixamos de treinar com ...Leia mais


Twitter

Facebook

Top